Alvíssaras

9 Alvissaras 7070b

 

Helio Begliomini

Pensamentos, Reflexões, Apotegmas, Provérbios e Orações

Legnar Informática & Editora Ltda, São Paulo – 2003,

207 páginas.

 

Apresentação: Ives Gandra da Silva Martins

O livro de Helio Begliomini, meu confrade na Academia Cristã de Letras, é uma coletânea, em forma de dicionário, de princípios fundamentais à dignidade do ser humano, em sua aventura pela terra.

Helio, com coragem e firmeza, esclarece o sentido de inúmeras realidades, que são manipuladas por interesses mesquinhos e escusos, na busca da justificação do injustificável.

Não transige em ver as coisas como elas são, formulando, para cada teoria, sua concepção pessoal, imbuída de profundo cristianismo, e que serve como alerta e sinalização dos caminhos retos para a humanidade.

O conveniente modernismo daqueles que são descompromissados com valores e com a ética, é desventrado por Helio Begliomini, com rara clareza e com particular lucidez, para que os incautos não sucumbam à argumentação conivente e deletéria dos “iluminados” da ocasião.

Convicto de que está com a verdade e que um homem que transige em questão de honra, de fé e de ideal é um homem sem honra, sem fé e sem ideal (Caminho, 394 – São Josémaria Escrivá), não se permite a menor vacilação, motivo pelo qual o livro é um ideário de preciosos conceitos sobre a mais variada atuação do homem, nesta sua peregrinação pelo mundo.

Cumprimento, pois, o confrade Helio Begliomini, pela oportunidade do livro que ora lança, na esperança de que venha a ser lido, principalmente por aqueles que, no conforto de sua neutralidade, não se sentem com a coragem necessária – quando não submetidos a interesses menores – para enfrentar temas da magnitude daqueles tratados nesta publicação.

Pessoalmente desejo, porque merecem, autor e obra, carreira editorial de sucesso ao livro ora lançado.

Ives Gandra da Silva Martins*
________________________________________
* Professor Emérito da Universidade Mackenzie desde 1990, da Universidade Paulista desde 1998 e da Escola de Comando e Estado Maior do Exército desde 1994. Presidente do Conselho de Estudos Jurídicos da Federação do Comércio do Estado de São Paulo e do Centro de Extensão Universitária – CEU. Membro de Diretorias e de Conselhos Consultivos de várias entidades advocatícias, jurídicas, de comércio nacional e de comércio exterior; culturais, beneficentes e esportivas. Professor Honoris Causa da Faculdade de Direito de São João da Boa Vista (SP), da Universidade Metropolitana Unidas (SP) e Doctor Honoris Causa da Universidade de Craiova-Romênia.
É membro da Ordem Nacional dos Escritores, da União Brasileira de Escritores, da Associação Nacional dos Escritores e de Conselhos Consultivos de 12 revistas especializadas concernentes ao Direito. Recebeu dezenas de prêmios, comendas e títulos das mais diversas entidades judiciárias, culturais, políticas, militares e universitárias.
Publicou mais de 40 livros individualmente; 150 em co-autoria e 800 estudos sobre direito, economia, filosofia, política, história, literatura, sociologia, música, nos seguintes países: Alemanha, Angola, Argentina, Bahamas, Bélgica, Brasil, Bulgária, Cabo Verde, Canadá, Espanha, Holanda, Inglaterra, Portugal, Romênia, Rússia, Taiwan e USA.
É imortal de 16 Academias: Academia Paulista de Letras; Academia Paulista de Letras Jurídicas; Academia Paulista de Direito; Academia Paulista de Educação; Academia Brasileira de Letras Jurídicas; Academia Brasileira de Direito Tributário; Academia Lusíada de Ciências, Letras e Artes (Presidente 1982/83); Academia Internacional de Direito e Economia (Presidente 1986/88 – 1997/99); Academia Internacional de Cultura Portuguesa (Lisboa-Correspondente); Academia Mato-Grossense de Letras (Correspondente); Academia de Letras da Faculdade de Direito da USP (Honorário); Academia Brasileira de Ciências Políticas e Sociais; Academia Luso-Hispano-Brasileira de Direito; Academia Cristã de Letras; Academia Jundiaiense de Letras (Patrono) e New York Academy of Sciences.

 

Apresentação: Estevão Tavares Bettencourt

Eis um livro de alvíssaras ou de boas-novas...

E por que boas-novas? Porque é o resultado de observações e indagações que o autor, desde tenra idade, vem realizando em busca de resposta para as questões básicas: De onde venho? Para onde vou? Afinal, quem sou eu?
Não há quem não ouça essas perguntas em seu íntimo. Ocorre, porém, que muitos não se dão ao trabalho de elucidá-las; vivem superficialmente. Outros, porém, lhes dão grande atenção, pois são questões das quais depende o sentido da vida. Tal era o caso de Sócrates (+ 400 a.C.), que nas ruas de Atenas interpelava seus concidadãos a respeito da virtude. Tal foi o caso também dos pensadores hebreus que na mesma época procuravam a Dama Sabedoria (ochmach), fonte de paz e vida. Entre estes destaca-se o autor do livro de Jó, que no seu capítulo 28 expressa o seu anseio:

“O homem explora as nascentes dos rios
e traz à luz o que está oculto.
Mas a Sabedoria donde provém ela?...

O homem não lhe conhece o caminho
nem se encontra na terra dos mortais.
Diz o Abismo: ‘Não está em mim’
responde o Mar: ‘Não está comigo’...
A Perdição e a Morte confessam:
‘O rumor de sua fama chegou até nós’.

Ó Deus conhece o caminho para ela...
Ele a viu e avaliou...
E disse ao homem:
‘O temor do Senhor, eis a Sabedoria’”.

Aí está a resposta cristã para quem procura a solução de suas mais profundas indagações; consiste em ver tudo à luz do Infinito e Absoluto; Ele fala sabiamente através das pequenas ocorrências de cada dia; importa dar-lhe ouvidos e não ter medo da Verdade.
Ora o livro “Alvíssaras” se encaixa nessa corrente dos que procuram... É um primeiro passo – simples e, por isto mesmo, convidativo – em demanda de mais e mais Luz. Possa o autor beneficiar-se de sua fidelidade à Verdade e ajudar muitos dos seus semelhantes a prosseguir na caminhada.

Estevão Tavares Bettencourt*
________________________________________
* Monge do Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro. Licenciado em Filosofia e Doutor em Teologia pelo Pontifício Ateneo Santo Anselmo de Roma. Professor Emérito da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro; da Universidade Santa Úrsula e do Seminário São José. É também professor do Instituto de Filosofia e Teologia do Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro. Tem diversos livros publicados e é autor de 20 cursos por correspondência. É fundador e diretor-responsável por 44 anos da revista “Pergunte e Responderemos”.