Você e eu

Fonte: Frances de Azevedo

Vejo hoje, o tempo na sua face:39 Frances de Azevedo 8575d

O jardim, a ponte sem fim,

Como se o passado voltasse,

Trazendo o aroma de jasmim:

 

A mesma flor, sempre presente

Em nossos espaços de vida,

Do sonho pleno, permanente,

E de mãos dadas, caminhado.

 

Vejo, hoje, a luz esmaecida,

Outrora tão resplandecente,

De toda fantasia vivida,

Que envolvia o mundo da gente!

 

E nessa moldura, plasmado

Está o mesmo amor antigo

Que ainda baila enamorado

E que sempre esteve comigo!

 

Frances de Azevedo - Cadeira 39 da ACL