Os príncipes

Fonte: Justino Magno Araujo

Paulo Bomfim é ação e pensamento,PB1 43bac

O amor por São Paulo insuperado,

Brasilidade plena flui no sentimento,

O verbo exato que se fez coroado.

 

Guilherme de Almeida, o iniciado,

Foi seu padrinho, o mestre, a inspiração,

Da Casa da Colina regeu seu principado,

Templo da poesia, bandeirante devoção.

 

Se Remo e Rômulo fundaram Roma,

Paulo e Guilherme refundam São Paulo,

Na dimensão épica, no canto que emociona.

 

Agora que Paulo nova idade soma,

D ’outra Colina está Guilherme a abençoá-lo,

Na canção alegre que a cidade entona!