Tempos nebulosos!

Lázaro Piunti

 

(A Pandemia gerou o Pandemônio)!

No começo disseram que deveríamos permanecer em casa. Obedecemos!13 Lazaro Jose Piunti 33f60

Assustados, ficamos inertes. O pavor nos aprisionou em nossas casas, transformadas em cárcere da nossa inconsciência.

Os empregos foram drasticamente reduzidos, empresas faliram e o comércio sucumbiu no silêncio profundo dos gemidos sufocados.

Em hospitais improvisados governos gastaram bilhões das reservas dos países submetidos ao controle oculto. E seres humanos, aos milhares, foram catalogados como vítimas fatais do COVID-19. Quase um milhão no ano perdido. Ainda que não haja provas irrefutáveis quanto à certeza das mortes atribuídas ao vírus invisível. O medo cultivado no coletivo humano injetou seu veneno e as ações comportamentais de rebanho ficaram expostas como vísceras sacrificadas no holocausto da insensatez.

E 2020 permeando a História... Será síntese da confusão geral, da complexidade maximizada.

Os mais afoitos dirão que a escravização planetária se impôs e o domínio dos governantes invisíveis se cristalizou. Indelével! Imponente! Soberbo! Plataformas eletrônicas agrilhoaram os humanos em amarras digitais! E a tríade da sobrevivência ditou o ritmo, na cadência propulsora estabelecida pela Nova Ordem Mundial.

A Agricultura, a Energia e a Tecnologia são as novas virtudes teologais. Mãos e braços anônimos detém seu manejo!

Eu, derradeiro espécime da idade prateada, despojado de vigor físico e cívico para qualquer reação - aliás, de todo inútil - rogo a Deus pelas crianças. Derradeira prece na pré-agonia da fase invernal.

 

Lázaro Piunti: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.