Pernambuco e seus Médicos Escritores Nascidos nos Séculos XVII , XVIII e XIX[1]

Helio Begliomini - 

A Regional Pernambucana da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores (Sobrames – PE), fundada em 24 de fevereiro de 1972, com seus mais de 40 anos de existência ininterrupta, tem-se constituído numa das mais bem estruturadas e profícuas regionais da entidade em todo o país.

Também, em sua homenagem e após detalhada pesquisa, encontram-se a seguir neste ensaio, um resgate histórico sucinto de seus pares de profissão e de escrita, nascidos nos séculos XVII, XVIII e XIX, o que de per se testemunha a vocação atávica para a literatura que os médicos pernambucanos herdaram de suas férteis plagas.

Após pacienciosa investigação, conseguiu-se reunir 52 médicos escritores pernambucanos natos nos séculos XVII (1), XVIII (2) e XIX (49), que se encontram em ordem alfabética. Consignam-se, objetivamente, adiante de cada um deles, na estrita dependência dos dados auferidos: anos e locais de nascimento e de falecimento; faculdade onde cursou e ano de graduação; atividades literárias e principais obras publicadas depreendidas nesta pesquisa.

Século XVII

1 - Jacob de Andrade Velosino nasceu em 1639 e faleceu em 1712, em Amsterdam (Holanda). Formou-se pela Faculdade de Medicina de Amsterdam. Escreveu “O Teólogo Religioso”; “Messias Restaurado e “Epítome de Moisés”.

Século XVIII

1 - Domingos Ribeiro dos Guimarães Peixoto nasceu em 1790, na cidade de Recife, e faleceu em 1846, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina de Paris, em 1830. Escreveu “Projeto de Estatutos da Faculdade de Medicina” (1832) e “Memória Sobre as Instituições Médicas da França, Prússia e Inglaterra” (1843).

2 - Joaquim Jerônimo Serpa nasceu em 1773, na cidade de Recife, e aí faleceu em 1842. Formou-se pela Faculdade de Medicina de Lisboa. Escreveu “Tratado da Educação Física e Moral dos Meninos” (1828); “Topografia da Cidade do Recife” (1842); “Compêndio de Agricultura Apropriada ao Clima de Pernambuco”; “Vegetais que Servem para o Uso Doméstico dos Habitantes desta Província de Pernambuco” e “Utilidade dos Jardins Botânicos”.

Século XIX

1 - Adolfo Frederico de Luna Freire nasceu em 1864, na cidade de Recife, e faleceu em 1953, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1886. Escreveu “Educação na Família e na Escola”.

2 - Alfredo de Aquino Fonseca. Escreveu “Breve Notícia sobre Dr. Joaquim de Aquino Fonseca e Algumas de suas Obras”, em União Médica (1882).

3 - Amauri de Medeiros nasceu em 1893, na cidade de Recife, e faleceu em 1928, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1915. Escreveu discursos (1924) e “Atos de Fé” (discurso, 1928).

4 - Antônio Austregésilo Rodrigues Lima nasceu em 1876 e faleceu em 1960, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1899. Escreveu “Manchas” (1898); “Palavras Acadêmicas” (1899); “Novas Manchas, Contos e Fantasias” (1901); “Em Pernambuco” (1920); “Preceitos e Conceitos” (1921); “Pessimismo Risonho” (1922); “Educação da Alma” (1922); “Máximas e Comentários” (1923); “Meditações” (1923); “Perfil da Mulher Brasileira” (1924); “Ascensão Espiritual” (1932); “O Meu e o Teu” (1932); “Lições da Vida” (1934); “Disciplina Espiritual” (1934); “Pensar, Sentir e Atuar” (1934); “Viagem Interior” (1934); “O Mal da Vida”; “Fames”; “História de Amor” (conferência); “A Dor” (conferência) e “Velho Tema” (romance).

5 - Antonio Joaquim de Barros Sobrinho nasceu em 1849 e faleceu em 1899. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1873. Escreveu “Rudimentos de Gramática Inglesa” (1889).

6 - Antônio Peregrino Maciel Monteiro – Barão de Itamaracá nasceu em 1804, na cidade de Recife, e faleceu em 1868, na cidade de Lisboa. Formou-se pela Faculdade de Medicina de Paris, em 1829. Escreveu “Poesias” (póstumo, 1905).

7 - Antônio Siqueira Carneiro da Cunha nasceu em 1857 e faleceu em 1913. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1878. Redigiu a “Província”. Escreveu: “O Ensino de Higiene na Europa” (1894) e “Excertos de História da Maçonaria (1905).

8 - Antônio Vicente do Nascimento Feitosa nasceu em 1875, na cidade de Recife, e faleceu em 1953, na cidade de São Paulo. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1906. Teve produção poética esparsa.

9 - Armando Taborda de Souza Gaioso nasceu em 1894, na cidade do Recife, e faleceu em 1928. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1918. Escreveu “A Verdadeira Verdade” (resposta ao dr. Epitácio Pessoa, 1925).

10 - Artur Gonçalves dos Santos nasceu em 1888, na cidade de Recife, e aí faleceu em 1936. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1909. Colaborou na imprensa.

11 - Ascânio de Alcântara dos Guimarães Peixoto nasceu em 1870, na cidade de Recife, e faleceu em 1922. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1898. Escreveu “Mein Liben Als Artz”.

12 - Ataliba Lopes Gomensoro nasceu em 1843, na cidade de Recife, e faleceu em 1895, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1865. Escreveu “Comunismo” (comédia, 1864); “Os Cavalheiros de Disgra” (romance); “O Casal Pitanga” (comédia, 1864) e “Cartas Egípcias”. Redigiu o jornal Bazar Volante.

13 - Augusto Carneiro Monteiro da Silva Santos nasceu em 1832, na cidade de Recife, e aí faleceu em 1881. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1854. Escreveu “Gramática Portuguesa”; “Aritmética Elementar”; “Sistema Métrico Decimal” e “Compêndio de Retórica”.

14 - Augusto Coelho Leite nasceu em 1861 e faleceu em 1914. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1884. Escreveu “Orçamento Municipal” (estudos) e “Discursos no Instituto Histórico, Arqueológico e Geográfico de Pernambuco”.

15 - Augusto Lins e Silva nasceu em 1881, na cidade de Recife, e aí faleceu em 1952. Escreveu “Atualidade de Nina Rodrigues”.

16 - Avertano Barreto Rocha faleceu em Belém. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia. Colaborou na imprensa paraense e teve produção esparsa.

17 - Cândido José Casado Lima faleceu em 1880. Formou-se pela Faculdade de Medicina de Paris. Escreveu Compêndio de Gramática Francesa.

18 - Cincinato Américo Lopes nasceu em 1847, na cidade de Recife. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1877. Escreveu: “A Cremação Perante a Moral, a Religião e a Ciência” (1886); “Projeto para a Criação de um Serviço de Condução de Doentes” e “Projeto de Alojamento de Pobres”.

19 - Constâncio dos Santos Pontual nasceu em 1849 e faleceu em 1916, na cidade de Recife. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1873. Colaborou na imprensa.

20 - Cosme de Sá Pereira nasceu em 1822 e faleceu em 1915. Escreveu “Biografia do Dr. João Inocêncio Poggi” e “Biografia do Dr. José Joaquim de Souza”.

21 - Ernesto de Melo nasceu em 1891, na cidade de Goiana. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, provavelmente em 1914. Escreveu “15 Sonetos” (1913) e “Intermúndios” (poesia, 1918).

22 - Eustáquio Duarte nasceu em Pernambuco e faleceu na cidade do Rio de Janeiro. Colaborou na imprensa. Escreveu: “A Medicina no Brasil”, na Actas Cibas, VI-1939; “Os Primeiros Estudos de Medicina no Brasil, na Revista Roche; “Os Naturalistas de Nassau”, no Jornal de Letras (1953) e “Comentários à Obra Morão, Rosa e Pimenta” (1956).

23 - Fernando Simões Barbosa nasceu em 1891, na cidade de Recife, e aí faleceu em 1959. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1912. Escreveu discursos publicados na imprensa.

24 - Francisco Júlio de Freitas Albuquerque nasceu em 1835. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1858. Colaborou no Diário de Pernambuco. Publicou “Honra ao Dogma da Virgindade da Mãe de Deus”; “Discurso sobre a Guerra do Paraguai”; e “Quais as Causas de Haver-se Malogrado a Revolução de 6 de Março de 1817, na Província de Pernambuco”.           

25 - Gilberto Fraga Rocha nasceu em 1888 e faleceu em 1941, na cidade de Recife. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1910. Colaborou na imprensa e escreveu “Discursos Parlamentares”.

26 - Godofredo Wiken nasceu em 1879, na cidade de Recife. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1900. Colaborou no Jornal Mucuri (Teófilo Ottoni, MG).

27 - Henrique Guedes de Melo nasceu provavelmente entre 1855 e 1857. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1878. Escreveu “Origem da Língua Francesa: Quais os Empregos e Construções do Relativo EN” (1882); “Reminiscências de Viagem de um Médico” e “Fábulas”.

28 - Inácio Firmo Xavier nasceu em 1825, na cidade de Recife, e aí faleceu em 1870. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1850. Escreveu “Reflexões Sobre a Educação Física e Moral da Infância” (1854); “Imaculada Conceição (poesia); “Poesias à Sentidíssima Morte de S. M. F. D. Maria II”; “Márcia” (poesia); “Hino à S. M. a Imperatriz”; “Um Gemido” (poesia); “A Independência do Brasil” (drama, 1855); “Discurso em o Jantar dos Frades Franciscanos aos Pobres” em 4/10/1855, no Diário de Pernambuco (1855); “O Homem e o Médico” (1850); “Breve Notícia Sobre as Casas de Maternidade e sua Utilidade no Brasil” (1855).

29 - João Lopes Cardoso Machado faleceu em Recife. Formou-se pela Faculdade de Medicina de Coimbra. Escreveu “Carta ao Ministro Tomás Antônio Vila Nova Portugal”, divulgada em o “Brasil Histórico”, de Melo Morais (1817).

30 - Joaquim Aquino da Fonseca nasceu em 1818 e faleceu em 1882. Formou-se pela Faculdade de Medicina de Paris, em 1840. Colaborou na imprensa de Recife. Escreveu “Esboço Biográfico do Tenente-General Barão da Vitória” e “Escorços Biográficos de Republicanos Brasileiros”.

31 - Joaquim Pedro da Silva nasceu em 1837 e faleceu em 1892, na cidade de São Paulo. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1866. Escreveu “A Maçonaria e o Bispo” (1872).

32 - José Lourenço de Castro e Silva Filho nasceu em 1844 e faleceu em 1881, na cidade de Fortaleza. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1874. Escreveu “Un Brésilien à Bruxelles au Correspondant de la Gazeta à Rio de Janeiro”.

33 - José Roberto Cunha Sales (médico e advogado). Nasceu em 1840 e formou-se em medicina no exterior. Redigiu o “Eco de São Francisco” (Penedo) e “Gazeta Popular” (Rio de Janeiro). Escreveu “Tratado de Praxe Conciliatória” (1879); “Formulário de Todos os Atos Conciliatórios” (1882); “Tratado de Jurisprudência e Prática do Processo Cívil Brasileiro” (1882 e 1883); “Trenas” (poesia e música, 1882); “Tratado de Jurisprudência e Prática do Processo Cívil Brasileiro – Doutrinas” (1883); “Poder Judicial” (1883); “Execução de Sentenças Cíveis” (1883); “Livro de Recursos” (1883); “Testamentos” (1883); “Sucessões”; “Tabeliães de Nota” (1883); “Tratado das Nulidades dos Atos do Processo Cívil” (1884); “Tratado das Nulidades dos Atos do Processo Criminal” (1884); “Formulário das Ações Cíveis” (1884); “Formulários das Ações Criminais” (1884); “Formulário das Ações Comerciais” (1884); “Formulário das Ações Orfanológicas” (1884); “Formulário dos Atos dos Juízes de Ausentes e da Provedoria” (1884); “Ações Sumárias” (1884); “Repertório de Jurisprudência Brasileira” (1884); “Curso de Instrução para Concursos de Oficiais de Justiça”; “Flores Silvestres” (romance poético, 1885); “Cantos do Brasil”; “A Filha do Maestro” (drama, 1898) e “O Mágico do Inferno” (comédia, 1893).

34 - Josefa Águeda Felisbela Mercedes de Oliveira nasceu em 1864. Formou-se pela Faculdade de Medicina de Nova Iorque, provavelmente em 1885. Escreveu “O Dever” (opúsculo, 1880) e “A Mulher” (periódico, 1881).

35 - Júlio Pires Pôrto Carrero nasceu em 1887, na cidade de Recife, e faleceu em 1937, na cidade do Rio de Janeiro. Escreveu “Psicologia Judiciária”; “Sexo e Cultura”; “Venenos Sociais”; “Grandeza e Miséria do Sexo”; “Psicologia Profunda” e “Psicanálise de uma Civilização”.

36 - Luís Francisco Carvalho Couto nasceu em 1808. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia. Teve produção poética esparsa.

37 - Luiz de Carvalho Paes Andrade nasceu em 1814 e faleceu em 1887. Formou-se pela Faculdade de Medicina de Paris, em 1838. Escreveu “Questões Econômicas em Relação à Província de Pernambuco” (1869).

38 - Manoel Alexandrino Rocha nasceu em 1879, na cidade de Barreiros, e faleceu em Recife. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1901. Colaborou na imprensa pernambucana.

39 - Manuel Gouveia de Barros nasceu em 1881 e faleceu em 1938, na cidade de Recife. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1905. Colaborou na imprensa. Escreveu o ensaio “O Problema Fundamental do Brasil”.

40 - Manuel Joaquim Fernandes Eiras nasceu em 1828 e faleceu em 1889, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1850. Escreveu “Melhoramento do Atual Matadouro” e “Uma Viagem a Poços de Caldas” (1884).

41 - Pedro Autran da Mota Albuquerque Júnior nasceu em 1829, na cidade de Recife, e faleceu em 1886, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1854. Escreveu “O Canto do Índio” (poesia) na “Revista Popular”.

42 - Pedro da Cunha Souto-Maior nasceu em 1857, na cidade de Recife, e faleceu em 1925, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina de Pensilvânia (EUA). Escreveu “A Revolução Pernambucana de 1817”; “Batalha de Guararapes”; “Anaes da Companhia das Índias Ocidentais” (tradução de J. Laes); “Porto de Pernambuco”; “Glórias de Pernambuco”; “História de Pernambuco”; “O Império de Knut” (traduzido do russo); “A Vendeta” (traduzido do holandês); “Como é Feliz o Rico” (traduzido do flamengo) e “Breed Bly” (traduzido do holandês).

43 - Pedro Ernesto Batista nasceu em1885 e faleceu em 1942, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1909. Colaborou na imprensa. Escreveu discursos e relatórios oficiais.

44 - Pedro Luís Barbosa nasceu em 1870 e faleceu na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1891. Escreveu “Ensino Primário e Profissional Gratuito”; “Criação do Departamento Municipal de Assistência”; “Registro Oficial da Pobreza no Rio de Janeiro” e “A Reforma do Ensino Médio” (1931).

45 - Raimundo Carneiro de Souza Bandeira nasceu em 1855 e faleceu em 1899. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1877. Escreveu “Ciência e Educação” (discurso no Ginásio Pernambucano, 1882).

46 - Rufino Antunes de Alencar nasceu em 1832, na cidade de Exu, e faleceu em 1917, na cidade de Fortaleza. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1858. Colaborou em a “Marmota Fluminense”.

47 - Sinfrônio Cesar Coutinho nasceu em 1832, na cidade de Nazaré da Mata, e faleceu em 1890, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1853. Colaborou na imprensa de Pernambuco.

48 - Solfieri Cavalcanti de Albuquerque nasceu em 1880. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1902. Escreveu “Criminados” (1899) e “Páramos” (1901).

49 - Ulisses Pernambucano Melo Sobrinho nasceu em 1892, e faleceu em 1943, na cidade do Rio de Janeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1912. Escreveu “Educação das Crianças Anormais de Inteligência” (1918); “Estudo Psicológico de Alguns Testes de Aptidão” (1927); “O Vocabulário das Crianças das Escolas Primárias do Recife” (1931); “Quocientes de Inteligência em Escolas do Recife”; “Ideias e Realizações” (1932) e “Alguns Dados Antropológicos da População do Recife” (1935).

[1] Boletim Doctor Line do Imuvi – edição no 68 (abril- junho): 5-7, 2016.