O voto e o veto

Fonte: Lázaro Piunti

O ano é 2020. E neste ano o povo elegerá o gestor de sua cidade.13 Lazaro Jose Piunti 33f60

O que se pode esperar do futuro governante municipal?

Não sejamos tão exigentes. Cobremos o mínimo e por certo nos sentiremos recompensados se esse mínimo for deferido. Que o eleito seja honesto. Lembrando que honestidade não é virtude. Esse é um ingrediente que faz parte do caráter. Que o escolhido, tomando posse, exerça a autoridade, sem ser autoritário. E saiba ouvir o povo.

Precisamos de gestores capazes de pavimentar ruas e também preparados para enfeitar as alamedas dos sonhos bons. Agentes vocacionados, de sensibilidade à flor da pele para sentir as dores, as aflições, as angústias e as amarguras dos deserdados da esperança e dos golpeados pelas injustiças.

Carecemos de gestores carregados de espiritualidade que saibam nutrir os jovens de alento e entusiasmo.

Necessitamos de administradores sensíveis às crises do século; solidários aos adultos atormentados face ao espectro do desemprego contínuo e assustados pela ausência de perspectiva ante a miragem nebulosa do horizonte indivisível da aposentadoria impossível. A cidade, célula-mãe da nacionalidade, clama e reclama por governante de província que seja uma espécie de inventor da graça do sorriso benevolente.

A Sociedade anseia por governante humano dotado de coração repleto de compaixão, cuja alma - polvilhada de ternura e fraternidade – saiba aconchegar os idosos em sua última e derradeira marcha existencial.urna beddc

Precisamos de prefeito que não nos engane! Que não prometa o céu. Mas, se comprometa com o óbvio! Ao dizer SIM – cumpra-o sem demora! E, quando disser NÃO, explique-o - sem tergiversar!

Desse modo, praticando o dogma da Verdade, estará sendo útil à causa! E, respeitando sua gente favorecerá o semear da felicidade coletiva!  

 Quem se habilitar a esse compromisso terá o nosso voto.

A quem dele fugir merecerá o nosso veto!

 

Lázaro Piunti – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

*NOTA DA REDAÇÃO:

Lázaro José Piunti é o único ituano quatro vezes eleito prefeito na história de Itu.

(1973/76; 1983/88; 1993/96; 2001/04).