Trovas selecionadas

Carolina Ramos

 

Por te amar, tenho sofrido,
mas não me arrependo: Vem!
- Quem ama as rosas, querido,
ama os espinhos também!

 

Ante a força intransigente,
para o caos a paz resvala...
- Deus, deste alma a tanta gente
que nem sabe como usá-la!!!

 

No amor o tempo se gasta
com medidas desiguais:
- se estás longe, ele se arrasta,
se perto, corre demais!

 

Há contraste em nossas vidas
mas, perfeito é o desempenho:
- luz e sombra, quando unidas,
dão força e vida ao desenho...

 

Sussurrando com ternura,
prova a fonte, sem revolta,
como é possível ser pura,
mesmo tendo lama em volta!

 

Embora sozinha eu siga
e sigas também a sós,
dentro do amor que nos liga
não há distância entre nós!

 

O mar da vida parece
que às vezes quer me afogar,
mas, Deus, que nunca me esquece,
atira a bóia no mar!

 

Creio num Ser superior,
num Deus-Pai e creio, sim,
na eternidade do Amor
que nem a morte põe fim!