Meu canto de liberdade

Fonte: Reinaldo Bressani

O meu gorjeio é canto livre...Reinaldo Bressani 3ab56

É irrestrito o meu cantar.

É um brado que vai rompendo

O silêncio que quer voar.

 

Faz pousos pelas ramadas...

Ecoando pelo Universo.

Achega-se aos corações,

Abertos a estes meus versos.

 

Qual vento forte, teimoso,

Carrega toda a magia...

No sopro d’um redemoinho,

Espalhando sua alegria.

 

É um canto de liberdade

Que enaltece as ilusões.

Penetrando fundo na alma

Que sonha ardentes paixões.

 

O meu canto é de sabiá.

Também é de quero-quero.

Busca a flor pro meu jardim,

Aos passos do amor sincero.

 

É força que aflora o riso.

É mel que adocica os sonhos.

É favo só de esperanças,

Na distância que eu transponho.

 

O meu gorjeio liberta a alma,

Pela imensidão do espaço...

Dando vida à fé plantada

No aconchego deste espaço

 

Esse é um dom que Deus me deu...

Fez de mim um cantador,

Pra cantar o que é divino

E ressoar notas de amor.

 

Reinaldo Bressani - Cadeira nº 15 da ACL