Academia Cristã de Letras - SP

(Carolina Ramos)

Todo sonho que viça tem começo
na semente que cresce por ser sã,
se os primórdios do sonho, de alto preço,
lhe garantem o viço do amanhã!

Nasceu, assim, fadada a ter vitória,
a Academia que brotou de um sonho!
Sonho de um jovem, sempre alheio à gloria,
e cujo nome entre estes versos, ponho:

Sérgio Covello – o criador, alheio
aos méritos daquela que crescia
e, logo, ao superar o sonho, veio
a transformar-se nesta Academia,

que abriga a Ciência, a Educação, a História,
a Prosa e a Poesia, que, irmanadas,
procuram dar à Pátria apoio e glória,
em contraponto às láureas não somadas!

E, agora, com cinquenta anos de vida,
com provas sãs, de brilho e de eficiência,
cristã, é a Academia quem convida
a repetir, com muita reverência,

palavras do Padroeiro São Francisco,
- que, nas mãos, leva o estigma de Jesus -
e pede, para o bem do seu aprisco:
- “Onde houver trevas, Deus... que eu leve a Luz!”

Carolina Ramos – Cad. 22 ACL