Nova Diretoria - Biênio 2020 - 2021 - ACL

Fonte: Rosa Maria Custódio

 

Aos 26 dias de novembro de 2019, às 17 horas, no 1º andar do prédio do CIEE, à Rua Tabapuã, número 469, reuniram-se os membros da Academia Cristã de Letras para a contagem dos votos e demais procedimentos que oficializaram a eleição da nova diretoria da ACL no biênio 2020-2021. A chapa única – Ser Instrumento da Paz – foi eleita com unanimidade.

São 19 acadêmicos que se unem em torno do mesmo ideal: 10 membros na Diretoria, 05 membros no Conselho Consultivo, 04 membros no Conselho Fiscal. Irmanados e honrados com a oportunidade e a responsabilidade de dar continuação aos trabalhos realizados pelas diretorias anteriores, esses acadêmicos confessaram suas mais sinceras intenções de darem o melhor de si para preservar e enriquecer o patrimônio cultural da Academia Cristã de Letras, fundada em 14 de abril de 1967 com os seguintes objetivos:

  1. a) Cultivar a língua e a literatura nacionais nos seus diversos aspectos;
  2. b) Estudar as artes e ciências em geral;
  3. c) Estudar e divulgar as pesquisas em todos os campos de saber;
  4. d) Instituir prêmios para estimular a publicação de livros;
  5. e) promover eventos e mostras literárias.

Com o passar dos anos, esses objetivos ramificaram-se:

  1. a) Na defesa da língua, em sua forma escrita erudita e clássica, por ser ela o espelho da nação.
  2. b) Na busca e promoção da ética, fortalecida nos ensinamentos de Cristo: amar ao próximo como a si mesmo.
  3. c) Ser atuante na transformação cultural, acreditando na capacidade de aperfeiçoamento dos indivíduos por meio do desenvolvimento intelectual e moral.
  4. d) Na edificação do conhecimento: os acadêmicos são os mensageiros da imortalidade das ideias.
  5. e) Na preservação da Memória e cultivo das Tradições: a História permite resguardar as contribuições culturais relevantes, evitando que o espírito imediatista e o instinto predador dos homens prevaleçam em detrimento das realizações, costumes e princípios que constroem o verdadeiro alicerce da Civilização Humana.
  6. f) Na congregação de estudiosos e escritores, incentivando a troca de ideias e informações para o enriquecimento de todos; promovendo o amor pelas artes e ciências, no estudo e aprimoramento contínuos.

“Ser acadêmico significa ser um estudioso dotado de espírito filosófico, universal e crítico, sempre pronto a rever suas verdades. O acadêmico carrega em si uma característica essencialmente cristã, proclamando a liberdade de pensamento e de manifestação escrita ou falada; e recomenda a crítica construtiva, bem como o louvor inteligente.”

(Prof. Adolfo Lemes Gilioli)

 acl academicos site 6bfb3

 ACADEMIA CRISTÃ DE LETRAS 
NOVA DIRETORIA -  BIÊNIO 2020 - 2021

Presidente: Helio Begliomini                              

1o Vice-Presidente: Justino Magno Araújo

2o Vice-Presidente: Raul Marino Júnior

Secretária geral: Frances de Azevedo              

2o Secretário:  João Batista de Oliveira

1a Tesoureira:  Dirce Bonetti (Di Bonetti)

2o Tesoureiro:  Maria Cecília Naclério Homem

Diretor de Patrimônio: Domingos Zamagna

Diretor de Biblioteca: Luiz Eduardo Pesce de Arruda

Diretora de Publicação e Divulgação: Rosa Maria Custódio

Conselho Consultivo:  

Carolina Ramos

Ives Gandra da Silva Martins

José Renato Nalini

Paulo Nathanael Pereira de Souza

Ruy Martins Altenfelder da Silva

Conselho Fiscal:                       

Luiz Gonzaga Bertelli

Carlos Rolim Affonso

Sebastião Luís Amorim

Antônio Lafayette Natividade Silva

MOMENTO ATUAL E UM OLHAR PARA O FUTURO

Dr. Ruy Martins Altenfelder Silva, nosso presidente, se encontra licenciado por motivos profissionais. Dr. Paulo Nathanael Pereira de Souza, 1º Vice-Presidente, que recentemente recebeu o prêmio Guerreiro da Educação (Ruy Mesquita e CIEE), também não pode estar presente, mas designou o Dr. Justino Magno Araújo (atual tesoureiro e futuro 1º Vice-Presidente) para conduzir essa reunião e a eleição da nova diretoria. Dr. Luiz Gonzaga Bertelli, Dr. Douglas Michalany, Carolina Ramos e muitos outros acadêmicos por motivos diversos, também não puderam comparecer.

Após a contagem dos votos, Dr. Justino Magno Araújo parabenizou os integrantes da nova diretoria, leu os nomes dos seus integrantes e passou a palavra ao novo presidente.

Helio Begliomini agradeceu pelos votos recebidos e disse que se sentia muito honrado, mas também muito preocupado porque tinha diversas frentes de trabalho, participava de muitas entidades, às quais pretendia continuar servindo.

Olhando para o futuro próximo, no papel de Presidente da Academia Cristã de Letras, ele expressou o desejo de que todos os confrades e confreiras se irmanassem em prol da academia. Falou de sua vontade de implantar algumas mudanças, como dividir o tempo das reuniões em dois momentos, um para a reunião de diretoria e outro para as tertúlias, onde todos poderiam participar com a apresentação de seus trabalhos, mini palestras, recitação de poesias, comentários sobre variados temas.

Acrescentou que, durante as tertúlias, as portas estariam abertas para a participação de convidados e amantes da cultura. Também apresentou um projeto para dinamizar a participação dos acadêmicos nos trabalhos da ACL. Disse que gostaria que todos entendessem que a Academia não é do presidente, “ela é nossa e todos nós passamos, mas a Academia dever permanecer firme”. Concluiu dizendo que o presidente vai coordenar os trabalhos, ser um ponto de união e estímulo para todos.

Temos muitas razões para acreditar que a Nova Diretoria fará um belo trabalho e se esforçará para preservar e enriquecer o patrimônio cultural da Academia Cristã de Letras, assim como atender aos nobres objetivos desta entidade.

 

HELIO BEGLIOMINI 

O Novo Presidente - nas palavras de seus colegas

Dr. Justino Magno Araújo parabenizou Helio Begliomini, desejou-lhe uma excelente gestão e acrescentou: “Helio Begliomini é um dos membros mais antigos da ACL e tem uma obra admirável. Todo ano ele escreve um livro, tem mais de 30 livros publicados e acabou de nos enviar mais um: Memórias de um Caríssimo Ambulatório. Um livro muito bem escrito, que mostra todo o caráter de benemerência que ele possui. Merece nossos aplausos. Desejamos ao novo presidente uma feliz gestão e estaremos aqui para apoiá-lo. Tenho certeza de que esta nova diretoria terá muito para fazer e nos alegrar”.

Dr. Raul Marino Júnior: “Em primeiro lugar, gostaria de cumprimentar nosso estimadíssimo colega Helio Begliomini, agora presidente. Estou muito contente com a sua eleição porque venho seguindo sua odisseia e acho que ele é um escritor nato, é membro de todas as academias que eu conheço. Helio nasceu para ser acadêmico. Quero cumprimentá-lo, por sua presença na ACL e por sua sabedoria. Agradeço também pelo último livro que me enviou (Memórias de um Caríssimo Ambulatório), que é um hino ao humanismo médico. Adorei o seu livro e aquele sobre Monteiro Lobato, que continua sendo meu livro de cabeceira. Você nasceu para ser biógrafo! As biografias que fez das academias, são uma beleza e estão lá na nossa biblioteca.”

Luiz Eduardo Pesce de Arruda (novo Diretor de Biblioteca): “Quero agradecer ao presidente pela minha indicação para participar desta diretoria. Vou procurar fazer o melhor possível e a primeira conclamação que faço, a todos os acadêmicos, que ainda têm livros publicados e disponíveis, que, por favor, tragam nas próximas reuniões para incorporar ao acervo da nossa Biblioteca.”

Antônio Lafayette Natividade Silva: “Dr. Helio, quero lhe cumprimentar pelo novo livro, que é extraordinário! Tudo o que está no livro, o senhor resumiu na contracapa. Eu fiquei muito emocionado! Queria perguntar como o senhor consegue fazer para colocar tanto humanismo naquilo que escreve? É emocionante! Volto a falar, o resumo da sua vida está na contracapa, e é extraordinário! Parabéns mesmo!”

Sebastião Luís Amorim: É com muita emoção, muito carinho, que eu assisto a mais uma eleição! Tivemos grandes presidentes, grandes diretores, mas a ocasião de uma eleição sempre traz muita esperança e é a esperança que toca este mundo, com tantos problemas, com tanta baixa política. Mas nós temos aqui, impregnado em nossos corações, o desejo de ver essa sociedade brasileira com toda a sua glória. Há muitos anos que ouço falar que o Brasil é o país do futuro. Isso vai acontecer, porque Deus está conosco. Eu entrei para essa academia, por obra e glória da minha secretária, a acadêmica Dra. Frances de Azevedo. Eu frequentava o meio jurídico e esse pessoal é que nos deu a oportunidade de chegar até aqui. A idade vai passando, mas o nosso ideal continua o mesmo. Quero cumprimentar o nosso novo presidente. É um homem que eu admiro, caladamente, mas o meu coração está sempre aberto para ele. Eu não sei como ele consegue fazer tudo isso. Como ele consegue exercer a profissão e escrever tantos livros maravilhosos! É isso o que eu tenho a dizer, a todos os que estão aqui presentes, que têm esse ideal de fazer a associação crescer, não só em idade ou em números, mas crescer em obras e acontecimentos. A Dra. Frances de Azevedo é um exemplo, ela tem escrito coisas muito bonitas e confesso que um de seus livros está sempre em minha cabeceira. O Justino Magno Araújo, outro grande escritor, escreveu várias obras lá no Tribunal. Quero saudar todas as pessoas presentes e dizer que estou aqui para trabalhar. O meu trabalho já não é como 10 anos atrás, mas tudo farei para que essa academia se agigante e venha dizer ao Brasil: Olha Brasil, nós estamos aqui e queremos o bem de nossa pátria.”

Frances de Azevedo, Maria Cecília Naclério Homem, Carlos Rolim Affonso, Domingos Zamagna, Di Bonetti e Rosa Maria Custódio também parabenizaram o novo presidente, expressando seus melhores votos de uma profícua e feliz gestão.

Livro: Memórias de um Caríssimo Ambulatório

Sobre o livro Memórias de um Caríssimo Ambulatório que Dr. Helio Begliomini, gentilmente ofertou aos seus colegas, membros da ACL, em novembro deste ano, escrevi em nota de agradecimento:

“Parabéns, Dr. Helio Begliomini! Seu novo Livro, Memórias de um Caríssimo Ambulatório, é mais um rico exemplar na sua bela e profícua produção literária! Foi com grata e alegre surpresa que o recebi em minha residência. Cuidadosamente encadernado, escrito e ilustrado. Tenho particular simpatia pela sua maneira de registrar e compor seus livros. Inicialmente, a relação de suas obras já publicadas é um atestado de seu dedicado e persistente trabalho em prol das Artes Literárias e Historiográficas. Os “Agradecimentos I e II”, além de singulares, testemunham a nobreza de seu espírito. A leitura do “Juramento de Hipócrates”, na versão de 1771, e do “Hino à Caridade”  são ensinamentos de grande valor, que precisam ser divulgados e rememorados em nossa vida cotidiana. Gostei muito dos prefácios: I, II e III, escritos, respectivamente, por Wagner Lopes Sanchez, Domingos Zamagna e Frei Guilherme P. Anselmo Jr. A Introdução e os capítulos subsequentes narram a história e o trabalho profundamente cristão realizado no Ambulatório da Igreja Nossa Senhora de Fátima, no bairro do Jardim Tremembé, em São Paulo, onde pessoas bondosas e abnegadas, sob sua liderança, ao longo de décadas, praticam a caridade e o amor ao próximo. Ainda não terminei a leitura, mas sou profundamente grata pela oportunidade de conhecer mais este valioso trabalho que se soma à sua extensa e inspiradora biografia.Receba, antecipadamente, meus parabéns por sua eleição Como Presidente da Academia Cristã de Letras, no biênio 2020-2021. Obrigada estimado Confrade! Muita saúde, amor, paz e sucesso em sua vida!”

Rosa Maria Custódio
04/12/2019