Carolina Ramos escreve sobre Amazônia

Fonte: Carolina Ramos

Carolina 12 12 2017 400 a9b82A Acadêmica Carolina Ramos, foi convidada e escreveu um artigo sobre Amazônia para uma Revista Virtual que tem o nome de  Aristos Internacional.  

É uma publicação cultural luso-espanhola  editada na Espanha bi-lingue.   A responsável por ela é  Dra. Eunate Goikoetxea, (Juiza de Direito, Poetisa e  Concertista de piano) E quem trata das publicações  em língua portuguesa é o poeta luso Eugénio de Sá. Em virtude da nossa Amazônia estar em foco, foi  ela o tema escolhido. Os editores consideraram um ótimo artigo, tanto que foi publicado na íntegra.

AMAZÔNIA                                                             

       A Amazônia, mercê dos encantos oferecidos pela pujança de sua flora e fauna, atrai não apenas os que a procuram por interesse turístico.  Cresce  ainda mais o seu poder atrativo, ante  a cobiça mundial que, de olhos voltados para as riquezas entesouradas no seu solo, paqueram a caça com impaciência. E,  agora, para nosso desgosto, embasados nas dificuldades cruciais que o Brasil atravessa, creem chegada a oportunidade de por fim a essa espera. 

      Vários motivos apressam o encorajamento dos mais afoitos. O fogo a alastrar-se, a devorar faminto o verde patrimônio florestal, é o principal deles.

      E aí ressurgem  os slogans oportunos, que  assoberbados repetem: "- A Amazônia é o pulmão do mundo!" - como se, de fato, sem ela, o mundo viesse a morrer asfixiado. Este é um dos clichês, há muito desarticulado por gente capaz de ir à busca da verdade e trazê-la à luz sem molda-la a interesses próprios. Gente cujas pesquisas apontam, entre as principais causas da poluição ambiental, o trânsito, as indústrias e múltiplas chaminés das grandes e intocáveis potências.

      Alguém terá esquecido as queimadas que acontecem por aí... E em especial, aquelas, ocorridas nos Estados Unidos, Portugal e Espanha,  em tempos não muito distantes... e que tanto lamentamos? 

      O fogo faz-se presente na Amazônia, a cada ano, quase como um fenômeno natural.  Ou ainda em virtude dos desmatamentos intencionais que, se abusivos em governos anteriores menos responsáveis, estranhamente sequer foram questionados e não receberam as acerbas e imerecidas críticas, e também ameaças, que  recebem hoje os que querem trabalhar  e são perturbados por gente aqui  neste Brasil nascida, mas que prova não ter alma e nem coração brasileiro.

      Temos problemas? Ninguém os nega. E quem não os terá?!

      Amazônia é um potentado que merece nossa atenção especial, mas, também o respeito de quem, indevidamente, a cobiça.

      Já deveríamos, ter pensado nela com maior desvelo? - Claro que sim!

       E, então, por que não nos foi cobrado, há mais tempo, esse descaso que nos vem de tão longe e cujas faltas são hoje indevidamente jogadas nas costas do atual Presidente, pactuando com esse ofensivo desrespeito à nossa soberania?!

      Corre, inclusive, via WhatsApp, foto da cidade de São Paulo, céu escuro, embora não noite ainda, sendo aquelas nuvens pesadas atribuídas à fumaça das queimadas na Amazônia. A foto é acompanhada de legendas, em idioma espanhol, contra o nosso atual Presidente. 

      Legendas caluniosas e bastante pesadas, que estimulam a intervenção estrangeira na Amazônia - o que, além de ridículo, é profundamente insultuoso, venha de onde ou de quem vier.

      Alguém terá, por acaso, pensado na possibilidade dessa fumaça aqui chegada ser fruto das queimadas da Bolívia? País mais vizinho a nós  do que propriamente a nossa Amazônia ("3 mil km distante!" - como é ressaltado na foto em questão). Claro que alguém,  deve ter admito esta possibilidade, embora calado e esquecido de que a Amazônia é Brasil  e portanto, precisa ser defendida, sem filtros, por todos os brasileiros!

       O que  de nós se exige, na atual problemática, é muito amor. Mais amor à Pátria do que nunca,  em rejeição à cobiça que a cerca.

      Aqueles que ora à Amazônia chegarem como amigos e bons samaritanos, dispostos a ajudá-la, sempre serão bem-vindos!

      Mas... se escondem garras ferinas e mal intencionadas, que as deixem em suas casas, por favor, cientes de que a Amazônia tem dono. E esse dono tem nome - BRASIL!